Imprimir

Conselho de Ministros aprovou a alteração ao regime de seleção recrutamento e mobilidade do pessoal docente

Escrito por David Azevedo ligado . Publicado em EnsinoBlogue

O Conselho de Ministros aprovou a alteração ao regime de seleção recrutamento e mobilidade do pessoal docente para os estabelecimentos públicos de educação pré-escolar e dos ensinos básico e secundário na dependência do Ministério da Educação e Ciência.

concurso

Este diploma expressa o empenho no reforço da valorização laboral dos professores e na definição clara das necessidades do sistema, a partir da análise da duração do vínculo temporário.

Assim, caso um docente se encontre em situação contratual em horário anual completo e sucessivo por um período de cinco anos, é aberto lugar no quadro docente do Ministério da Educação e Ciência através do mecanismo concursal externo para o quadro de zona pedagógica.

É também reforçado o leque das oportunidades de maior estabilização do pessoal docente, sendo elencados mecanismos que permitem aos docentes de carreira fazerem opções por outros grupos de recrutamento além daquele em que se encontram identificados.

Ligação aqui

Imprimir

Concurso de Docentes Extraordinário

Escrito por David Azevedo ligado . Publicado em EnsinoBlogue

Foi publicado o D.L. 60/2014 que cria um novo concurso extraordinário para docentes.

Pode ler na íntegra o documento anexado. 

foto-6

Requisitos de admissão:


Podem ser opositores ao concurso externo extraordinário os candidatos que reúnam, cumulativamente, os seguintes requisitos de admissão:
a) Exercício efetivo de funções docentes com qualificação profissional em estabelecimentos públicos de educação pré-escolar ou dos ensinos básico e secundário, em pelo menos 365 dias, nos três anos letivos imediatamente anteriores ao da data de abertura do presente concurso, em regime de contrato de trabalho em funções públicas a termo resolutivo;
b) Preencher os requisitos previstos no artigo 22.º do Estatuto da Carreira dos Educadores de Infância e dos Professores dos Ensinos Básico e Secundário, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 139-A/90, de 28 de abril, adiante designado abreviadamente por ECD;
c) Ter obtido avaliação de desempenho com menção qualitativa não inferior a Bom, nos anos a que se refere a alínea a), desde que o tempo de serviço fosse obrigatoriamente avaliado nos termos da legislação ao tempo aplicável.

Efetivação da colocação:


1 — Para efeitos de ingresso na carreira, a colocação obtida nos termos do presente decreto-lei produz efeitos no dia 1 de setembro de 2014, sendo aplicado o n.º 4 do artigo 17.º do Decreto-Lei n.º 132/2012, de 27 de junho.
2 — Os docentes providos em resultado da aplicação do presente decreto-lei são dispensados da realização do período probatório, desde que reúnam cumulativamente as seguintes condições:
a) Tenham, pelo menos, 730 dias de serviço efetivo prestado no mesmo nível de ensino e grupo de recrutamento em funções docentes nos últimos cinco anos imediatamente anteriores ao ano letivo 2013-2014;
b) Tenham, pelo menos, cinco anos de serviço docente efetivo com avaliação mínima de Bom.

Attachments:
FileDescriptionEnviado porFile size
Download this file (DECRETO-LEI-60-2014.pdf)DECRETO-LEI-60-2014.pdfDecreto Lei n.º 60 /2014David Azevedo202 kB
Imprimir

Descoberto Mecanismo Natural Anti Déficit de Atenção

Escrito por David Azevedo ligado . Publicado em EnsinoBlogue

Dois psicólogos da Universidade Simon Fraser fizeram uma descoberta relacionada com o cérebro que pode revolucionar a percepção dos médicos e tratamento dos transtornos de déficit de atenção.

DHD

Esta descoberta abre a possibilidade de que fatores ambientais e / ou genéticos podem impedir ou reprimir a atividade cerebral que os pesquisadores identificaram como uma ajuda para evitar a distração.

The Journal of Neuroscience acaba de publicar um artigo (clique para ler) sobre a descoberta por John McDonald, professor associado de psicologia e seu aluno de doutorado John Gaspar, que fez a descoberta durante a pesquisa da sua tese de mestrado .

Este é o primeiro estudo a revelar que os nossos cérebros contam com um mecanismo de supressão ativa para evitar serem distraídos por informações irrelevantes quando queremos focar-nos num item ou tarefa específica.

McDonald, um investigador Canadiano especialista em Ciência Neuro Cognitiva, e outros cientistas descobriram a existência do índice neural específico de supressão no seu laboratório em 2009. Mas, até agora , pouco se sabe sobre como isso nos ajuda a ignorar distrações visuais .

"Esta é uma descoberta importante para neurocientistas e psicólogos , porque a maioria das ideias contemporâneas sobre a atenção destacam processos cerebrais que estão envolvidos na escolha de objetos relevantes do campo visual. É como encontrar "Onde está o Waldo" , diz Gaspar, o principal autor do estudo.

"Nossos resultados mostram claramente que esta é apenas uma parte da equação e que a supressão ativa dos objetos irrelevantes é outra parte importante . "

Dada a proliferação de dispositivos de consumo de distração em nosso impulsionada pela tecnologia, sociedade em ritmo acelerado, os psicólogos dizem que a descoberta pode ajudar os cientistas e profissionais de saúde a melhor tratar os indivíduos com déficits de atenção relacionados com a distração .

" Distração é a principal causa de lesões e morte na condução e outros ambientes arrriscados ", observa McDonald, autor sénior do estudo. " Existem diferenças individuais na capacidade de lidar com a distração . Novos produtos eletrónicos são projetados para chamar a atenção. Suprimindo tais sinais exige esforço , e às vezes as pessoas parecem não conseguir fazê-lo.

" Além disso , os transtornos associados com déficits de atenção , como o TDAH e esquizofrenia, pode vir a ser devido a dificuldades em suprimir objetos irrelevantes em vez de dificuldade em escolher os relevantes . "

Os pesquisadores agora estão voltando sua atenção para a compreensão de como lidamos com distrações. Eles estão olhando para quando e por que não podemos suprimir objetos potencialmente perturbador, se alguns de nós são melhores em fazê-lo e por que esse é o caso.

"Há evidências de que as habilidades de atenção diminuem com a idade e que as mulheres são melhores que os homens em determinadas tarefas de atenção visuais ", diz Gaspar, o primeiro autor do estudo.

O estudo foi baseado em três testes em que 47 alunos realizaram uma tarefa de busca visual que requeria atenção. A idade média foi 21. Os pesquisadores estudaram os processos neurais relacionados à atenção, distração e supressão gravando sinais cerebrais elétricos de sensores embutidos num boné que usavam (ver imagem acima).

A Simon Fraser University está classificada entre as melhores universidades abrangentes do Canadá e é uma das 50 melhores universidades do mundo com menos de 50 anos de idade. Com campus em Vancouver, Burnaby e Surrey , BC, SFU envolve-se ativamente com a comunidade na sua pesquisa e ensino, oferece quase 150 programas para mais de 30.000 estudantes , e tem mais de 125 mil alunos em 130 países .

Imprimir

Abertura do Curso de Preparação para o Exame de Código B/B1

Escrito por David Azevedo ligado . Publicado em EnsinoBlogue

Abriu o Curso de Preparação para o Exame de Código B/B1

Este é o primeiro MOOC da Escola.org, clica na imagem para ver a página de apresentação do Curso.

 

Este curso é gratuito e decorre de forma sequencial. Haverá mais capítulos semanais e mudanças diárias, nas secções já publicadas.

O objectivo final é que tu nos ajudes a ajudar-te, participando nos fóruns, lendo os documentos e slides que colocamos, resolvendo os exercícios, vendo os vídeos, comentando e pedindo ajuda sempre que necessário.

Vamos estar aqui para te ajudar e assim ajudar todos os alunos do curso de Preparação para o Exame de Código B/B1.

Imprimir

Até 2018 Portugal vai perder 40 mil estudantes

Escrito por David Azevedo ligado . Publicado em EnsinoBlogue

Já escrevo sobre este tema desde 2010, a cada ano que passa a situação piora.

mais-filhos

Em 2010 já tinha alertado que em 2033 não haverá mais Escolas Primárias de proximidade. Também nesse ano escrevi que em média a família Portuguesa não tem 1 único filho! A consequência é o envelhecimento da população portuguesa, com a inevitável desertificação de Trás-os-Montes e Alentejo, além de provocar cortes sucessivos na Educação.

Porque é que o Estado não intervém?

Porque não quer... porque com a diminuição dos Estabelecimentos Escolares do 1.º Ciclo está a poupar dinheiro. Um argumento falacioso porque, a longo prazo, a falta de nascimentos vai colapsar a sociedade portuguesa.

"De acordo com as previsões da Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC), desde o ano letivo 2011-2012 até 2017-2018, o primeiro ciclo deverá perder 40 mil alunos, com especial destaque para o Alentejo e o Norte do país.

No segundo ciclo a perda será menos acentuada, mas ainda assim representativa.

Só o terceiro ciclo deverá escapar à tendência e aumentar o número de estudantes em cerca de dois mil, impulsionado pelo aumento da escolaridade obrigatória."

Imprimir

Teste Intermédio Matemática 9.º ano

Escrito por David Azevedo ligado . Publicado em EnsinoBlogue

No dia 21 de Março foi realizado o teste intermédio de matemática do 9.º ano.

Por curiosidade, fica também a saber a fórmula do amor! Ao traçarmos o gráfico da equação, temos no eixo X e Y curvas que formam um coração!

formula-do-amor

Apresentamos-te os enunciados e uma proposta de resolução feita pelo PortalMath .

Matemática - 9.º ano

Teste - Versão 1 - Versão 2 (Caderno 1 e Caderno 2)
Critérios de Classificação - Versão 1 - Versão 2
Grelha de Classificação [XLS]

Imprimir

Porque é que ainda se mantêm os cursos abertos?

Escrito por David Azevedo ligado . Publicado em EnsinoBlogue

A formação profissional deve estar relacionada com a necessidade do mercado de trabalho.

f4258

O Ministro da Educação e Ciência anunciou que os cursos de mestrado para educação de infância e 1.º e 2.º ciclos do ensino básico vão aumentar a sua duração, e ainda, que os candidatos às licenciaturas têm de realizar provas específicas a português e matemática. Eu concordo com as 3 medidas, desta forma terá de ocorrer uma mudança curricular nos mestrados, reforçando áreas como a matemática e a língua portuguesa.

Interrogo-me como é que ainda permanecem abertos tantos cursos sem saída nenhuma nas instituições de ensino públicas. São às dezenas, com cursos para educadores de infância e professores do 1.º e 2.º ciclos, quando na prática só uma pequeníssima minoria destes estudantes vão efectivamente professar a sua vocação.

"O novo regime de habilitações determina que os mestrados em Educação Pré-Escolar e em Ensino do 1.º Ciclo passam de dois para três semestres. E o mestrado conjunto em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º Ciclo passa de três para quatro semestres."

"Desdobra-se ainda o mestrado em Ensino do 1.º e do 2.º Ciclo do Ensino Básico (separando a formação de docentes do 2.º ciclo de Português, História e Geografia de Portugal da formação de docentes do 2.º ciclo em Matemática e Ciências Naturais) e o mestrado em Ensino da História e da Geografia no 3.º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário (ajustando-o às licenciaturas existentes — História e Geografia separadas)."

"A todos os que pretendam ingressar num curso de professores do ensino básico passará a ser exigido que tenham feito exame, no 12.º ano, a Português e Matemática"

Imprimir

Recursos para a Páscoa, mais algumas dicas e favoritos

Escrito por David Azevedo ligado . Publicado em EnsinoBlogue

Uma das melhores épocas festivas está a chegar.

cesta8

A Páscoa, repleta de doces, comunhão, celebrações religiosas e actividades da Escola!

Partilhamos, mais uma vez, a nossa secção da Páscoa, aqui.

A cada ano que passa a lista de recursos vai aumentando, contamos contigo para crescer mais uma vez este ano!

Dicas e Favoritos

Envia-nos recursos para o email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. . Muito em breve, também poderás anexar documentos no teu perfil na Escola.org, projectamos que isso deverá ocorrer no final de abril.

Se te interessas por aprender e ensinar, marca nos teus favoritos este lugar, CURSOS.ESCOLA.ORG a melhor plataforma de ensino à distância em Portugal, vai lançar cursos novos todos os meses. O primeiro, " Preparação para o Exame de Código B e B1" vai abrir já na próxima semana e as inscrições para a primeira edição deste curso são "Open", fazendo do PE_001 o primeiro MOOC de Portugal.

Imprimir

Norma para Aplicação de Condições Especiais de Realização de Provas e Exames JNE/2014

Escrito por David Azevedo ligado . Publicado em EnsinoBlogue

Foi publicada a Norma para a Aplicação de Condições Especiais na Realização de Provas e Exames em 2014.

inclusao

Pode consultar e descarregar o documento nesta ligação, aqui.

Para saber o que mudou de anos anteriores aconselho a leitura do blog Inclusão Aquilino.

" Os alunos com necessidades educativas especiais de carácter permanente abrangidos pelo Decreto‐Lei n.º 3/2008 podem usufruir de condições especiais na realização de provas finais de ciclo e exames finais nacionais e provas de equivalência à frequência, sob proposta do professor titular de turma/conselho de docentes ou do diretor de turma/conselho de turma.

 
Os alunos que apresentem necessidades educativas que não exijam uma intervenção no âmbito da educação especial (não abrangidos pelo Decreto‐Lei n.º 3/2008) podem, também, usufruir de condições especiais na realização das provas de exame, sob proposta do professor titular de turma ou do diretor de turma, sempre que a não aplicação destas condicione a realização ou a classificação das provas de exame (ver a secção II).
 
Os alunos que frequentam um currículo específico individual, ao abrigo do art.º 21.º do Decreto‐Lei n.º 3/2008, de 7 de janeiro, não realizam provas finais de ciclo do ensino básico nem exames finais nacionais do ensino secundário, no âmbito do seu currículo específico individual.
 
Os requerimentos de condições especiais na realização de provas e exames, para alunos do ensino básico e do ensino secundário, são formalizados pelo diretor do agrupamento de escolas ou escolas não agrupadas/estabelecimento de ensino diretamente na plataforma online do Júri Nacional de Exames, deixando de existir anexos/requerimentos em suporte de papel.
 
O preenchimento dos requerimentos na plataforma online do JNE só pode ser efetuado entre 10 e 24 de março de 2014, data a partir da qual a plataforma é encerrada, não sendo permitido o registo de novos alunos, alteração de dados de alunos já registados ou submissão de documentos digitalizados em pdf."

Enviar Atividades e Recursos

Olá amigos do ensinobasico.com, para enviar fichas e atividades, ou promover ideias e projetos poderá enviar-me um documento através do UP! ou através do email: [email protected] Aguardo a vossa contribuição! Até mais.

Clique para enviar o documento