Imprimir

Poupar nas despesas da casa, prepare-se para o Plano de Austeridade do FMI, UE e BCE

Escrito por David Azevedo ligado . Publicado em O meu dinheiro

Alterar algumas rotinas vão diminuir as suas contas. Como consequência aumentará o dinheiro na sua carteira.

Pondere bem as próximas dicas, elas podem fazê-lo poupar 1000 euros por ano.

Água

Racionalize cada vez mais o consumo de água na sua casa, começando por implementar algumas regras mais básicas, tais como trocar o banho de imersão pelo duche, poupando cerca de um terço de água. Poderá ainda aproveitar a água ao iniciar o banho (enquanto não aquece) guardando-a num balde para ser aproveitada futuramente.

Higiene pessoal

Lembre-se sempre que ao fechar a torneira enquanto escova os dentes ou corta a barba está a poupar cêntimos. Não deixe as torneiras a pingar, opte por lavar à mão a loiça e a roupa, sempre que a sua máquina não está cheia.

Torneiras

Nas torneiras, pode optar por colocar um redutor de fluxo, o que poderá gerar uma poupança significativa do consumo de água. Também no autoclismo poderá poupar alguns litros de água, bastando para isso diminuir o volume da sua descarga colocando, por exemplo, uma garrafa de água cheia dentro do reservatório.

Lâmpadas

Poderá começar por mudar as suas lâmpadas incandescentes para economizadoras. Este investimento, em lâmpadas que não são baratas, é sustentável a longo prazo, já que as lâmpadas "novas" duram, em média, muito mais e gastam muito menos. A troca de lâmpadas na casa pode mesmo resultar em poupanças de mais de 30 euros por ano. Contudo, não pode relaxar. Lá por ter lâmpadas economizadoras não quer dizer que as possa deixar acesas mais tempo ou que comece a instalar muito mais pontos de iluminação em casa.

Electrodomésticos

Evite ainda deixar a sua televisão, leitor de DVD ou aparelhagem em modo stand-by, já que irá continuar a gastar energia. Opte, por exemplo, por comprar uma ficha tripla com botão de alimentação, para assim controlar da melhor forma, os gastos eléctricos dos seus aparelhos.

Racionalize, ainda, o seu frigorífico, evitando abri-lo de forma sistemática para tirar apenas uma coisa. Aproveite também o facto de Portugal ser o país europeu com mais horas de sol durante o ano, e em vez de usar a máquina de secar a roupa, use um estendal, poupando assim muita electricidade.

Gás

Tal como na electricidade, o IVA no gás vai aumentar no último trimestre do ano. Assim, todos os pequenos comportamentos que aliviem uma conta que vai passar a chegar com IVA a 23 por cento, são bem-vindos. A grande fatia da utilização do gás na sua habitação está relacionada com os cozinhados e com a água quente. Assim, comece a poupar desligando o esquentador enquanto não o utiliza.

Comece, também, a cozinhar de forma mais económica, nomeadamente através de um maior controlo dos bicos do fogão, para assim ser mais eficiente. Utilize as tampas das panelas para uma cozedura mais rápida, e também panelas mais pequenas para uma maior eficiência. Use, de forma mais recorrente, a panela de pressão, já que esta necessita de menos gás para cozinhar.

Fonte: CGD

Imprimir

Planear as Férias. Etapas para não comprometer o orçamento familiar.

Escrito por David Azevedo ligado . Publicado em O meu dinheiro

As Férias de Verão por vezes descarrilam o orçamento familiar.

Como evitar o endividamento e garantir umas férias felizes?

A lista que apresentamos é suficiente para passar umas férias seguras.

1. Etapa:

- Criar um orçamento anual reservando mensalmente o dinheiro para as férias.
- Criar uma conta poupança para as férias.
- Reservar parte do subsídio de férias.
- Cálcular a percentagem do orçamento familiar disponível para férias.

2. Etapa

- Criar um orçamento de férias:
1. Saber qual é o tecto máximo que pode despender.
2. Definição de metas e locais: procure utilizando brochuras, agências de viagens, Internet.
3. Definição de custos: viagens, alojamento, refeições, recreação, lembranças.
4. Definir todas as despesas adicionais: preços de restaurantes, táxis, entradas em museus, etc.
5. Fixar um valor diário por dia / por pessoa, por exemplo para, água, café, gelados, lanches, etc.

3. Etapa

- Manter o orçamento de férias:
1. Manter um registo dos levantamentos nas caixas multibanco.
2. Utilizar uma lista das facturas pagas em dinheiro, por débito ou por cartões de crédito.
3. Comparar regularmente as despesas com o que estava previamente definido
.

Imprimir

Planeamento Orçamental. O Recurso da Folha de Cálculo.

Escrito por David Azevedo ligado . Publicado em O meu dinheiro

A folha de cálculo é uma ferramenta que simplifica o planeamento orçamental.

Apresentamos-lhe um recurso para fazer o seu orçamento familiar.

Como utilizar esta ferramenta de orçamento?

A folha de cálculo está dividida em categorias, onde intuitivamente pode introduzir todos os seus rendimentos e gastos. No final pode visualizar a sua situação orçamental, através de um gráfico (na imagem). O programa até lhe dá conselhos sobre as suas finanças pessoais.

Na sala de aula.

Aconselho que experimentem esta ferramenta na sala de aula. É imperativo educar para a estabilidade financeira, é recomendável sensibilizar os jovens para a poupança e equilíbrio financeiro. Garanto que este recurso é muito útil e tem capacidades para ser utilizado, quer em casa, quer na escola.

Pode descarregar, gratuitamente, o ficheiro anexado neste artigo. (O documento está protegido, para acrescentar resultados deverá retirar a protecção "protected view", uma opção que lhe deverá ser apresentada automaticamente.)


Attachments:
FileDescriptionEnviado porFile size
Download this file (planeamentoEB.xls)planeamentoEB.xlsRecurso para o Planeamento Orçamental 680 kB
Imprimir

O porta moedas do seu filho. Quanto dinheiro gastar?

Escrito por David Azevedo ligado . Publicado em O meu dinheiro

O que é o Porta Moedas?

É uma provisão fixa por mês para despesas pessoais. As crianças começam por receber uma quantia simbólica, para estimular o contacto com o dinheiro e começar desde cedo a perceber  a necessidade de poupar.

Por quê?

A finalidade principal é dar aos pais a oportunidade para educar os filhos nos gastos do seu próprio dinheiro. As crianças não são hábeis em termos financeiros e é uma vantagem, desde novos, educá-los na gestão do orçamento.

A partir de?

Vamos definir um plano para o porta moedas das crianças e jovens, os valores indicados são meramente sugestivos.

por semana

1. Ano Escolar 1 euro

2. Ano Escolar 2 euros

3. Ano Escolar 3 euros

4. Ano Escolar 4 euros

por mês

5. e 6 Ano Escolar 25 euros a 30 

7. e 8 Ano Escolar 30 euros a 40 

9. e 10 Ano Escolar 40 euros a 50

a partir de 11 Ano Escolar 50 euros a 80

Mais do que um porta moedas

A Faculdade exige despesas suplementares. Estes valores têm como base os custos reais de uma vida de adulto, normalmente os valores situam-se entre os 250 euros e os 400 euros.

Enviar Atividades e Recursos

Olá amigos do ensinobasico.com, para enviar fichas e atividades, ou promover ideias e projetos poderá enviar-me um documento através do UP! ou através do email: [email protected] Aguardo a vossa contribuição! Até mais.

Clique para enviar o documento