Imprimir

Como fazer um Veleiro de brincar

Escrito por David Azevedo ligado . Publicado em EnsinoBlogue

Portugal é um país à beira mar plantado.

Temos muitos navegadores importantes como, Diogo Cão, Bartolomeu dias, Vasco da Gama, Pedro Álvares Cabral, e é interessante aprendermos na escola um pouco mais sobre barcos à vela.

Como se faz um veleiro? 

Material de que vamos precisar:

Casco: Placa de esferovite de 50 cm por 12 cm e com 4 cm de grossura. Pode ser adquirida numa loja de construção; caneta de feltro, x-acto, régua.

Vela: Tecido de Nylon, como uma toalha de mesa com um peso de 20 g/m , fita adesiva, x-acto, Bambu com 25 cm, 2 parafusos de anel.

Mastro: Espeto de madeira de 5 mm de grossura e 50 cm de comprimento, recomendamos o Bambu por ser um material leve. Cola de araldite ou UHU.

âncora: Folha de Flandres com 250 g, linha de nylon, cola, placa de esferovite.

Termos técnicos:

Qualquer veleiro, é sempre constituído por uma parte flutuante, uma parte que lhe permite receber o vento e uma parte direccional, ou seja:

  • Casco - o que o permite flutuar.
  • A parte emersa, as obras mortas, para receber o vento, é formada pela:
    • Mastreação - conjunto dos mastros, vergas e paus;
    • Velame - conjunto de todas as velas.
  • A parte imersa, as obras vivas, para reforçar e dirigir, é constituída pela :
    • Quilha - a espinha dorsal da embarcação;
    • Patilhão- peça fixa para equilibrar a embarcação;
    • Leme - serve a controlar a direcção da nave.

O casco

Primeiro temos de desenhar a forma do casco, com uma cameta de feltro e uma régua fazemos uma linha a meio da placa da esferovite, do lado da Popa deixamos 2 cm de cada lado e ligamos esses pontos à Proa como indicado no ponto 1.

Depois com um x-acto cortamos o excesso de esferovite de cima para baixo e na diagonal (imagem 2 e 3).

No final aperfeiçoamos a forma redonda do fundo do casco, definindo a Quilha.

O Mastro

O mastro é uma simples cana de Bambu ou outro material leve. Vamos abrir um orificio a meio caminho entre a Proa e o centro do casco. Usamos uma cola para fixar o mastro ao casco do barco.

A Vela

A vela simples e típica tem três cantos, por isso devemos recortar o tecido num triângulo de lados 45 cm e 25 cm.

Para fixar a vela ao mastro precisamos de seguir as indicações da próxima figura:

A âncora.

Uma simples folha de flandres é facilmente enrolada e dobrada ao meio para fazer a forma de "U". Atamos esse "U" com um fio de nylon à parte emersa do veleiro. A profundidade a que a âncora deve estar, devido à escala do veleiro, é de cerca de 8 cm de profundidade.

E agora SOLTAR AS VELAS!

Escolha um sítio com água (uma pequeno lago, ou piscina) não muito grande e pouco profundo, assim se a embarcação encalhar não se perde.

Tenha atenção ao vento e largue o veleiro com vento de feição.

Esta é uma ótima maneira de explicar aos seus alunos ou filhos, como foram extraordinárias as explorações marítimas dos Descobrimentos.

Comentários   

 
#1 Cláudio 26-08-2014 12:58
Boa tarde! já há algum tempo que estava a pensar em fazer um barco. procurei madeira, mas a especifica para o caso é muito cara! encontrei a vossa ideia e estou já a acabar de fazer o meu barco. Fiz um igual ao vosso e aproveitei a ideia para fazer um catamaran, deviam tentar fazer um como um projecto de outro ano, é bastante interessante! Parabéns pelo projecto
Citar
 

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Enviar Atividades e Recursos

Olá amigos do ensinobasico.com, para enviar fichas e atividades, ou promover ideias e projetos poderá enviar-me um documento através do UP! ou através do email: [email protected] Aguardo a vossa contribuição! Até mais.

Clique para enviar o documento