Nova geração de políticas de inclusão envolve 271 crianças e jovens

Nova geração de políticas de inclusão envolve 271 crianças e jovens

 

Ao longo do ano letivo que terminou, o Município de Vila Nova de Famalicão desenvolveu um novo programa de inclusão inteligente, centrado nas respostas sociais de proximidade às comunidades de risco do concelho. O Acompanhar + envolveu cerca de 271 crianças e jovens, assim como mais de 10 famílias dos Complexos de Habitação Social das Bétulas, Lameiras, Valdossos, Cal e de Meães.

O projeto faz uma abordagem integrada e inovadora no território do Vale do Ave, com uma equipa multidisciplinar e presença continua no terreno, com intervenções na área socioeducativa e de resposta às situações de emergência social. Esta ação resulta num programa de educação parental, que dá respostas de formação integradas e personalizadas, família a família; outro de capacitação e treino de competências que decorre ao longo de todo o ano (incluindo nas férias escolares) que envolve as 271 crianças e jovens; e um programa de apoio ao estudo e promoção do sucesso educativo, com uma equipa de Mentores e Tutores de Pares que atuam nas cinco comunidades do projeto.

Deste trabalho resultou a resposta a uma lacuna, relacionada com a necessidade de colocar em sintonia todos os parceiros que dão resposta às comunidades mais desfavorecidas de Famalicão, e um diagnóstico mais real da situação, o que permite dar uma resposta mais robusta e objetiva a situações de exclusão que passavam despercebidas.

O programa Acompanhar + junta como parceiros o Município – através dos Pelouros da Ação Social e da Educação -, a PASEC – Plataforma de Ação Socioeducativa e Cultural, o Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco, o Agrupamento de Escolas D. Sancho I, a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens, o Gabinete de Ação Social da Associação de Moradores das Lameiras e o Projeto Eurobairro do Programa Escolhas, apoiado pelo Alto Comissariado para as Migrações.



Fonte do artigo