Cinco acções para os pais que tiveram os filhos envolvidos em bullying

Cinco acções para os pais que tiveram os filhos envolvidos em bullying

Se você acha que seu filho está sendo intimidado, actue agora. O "Bullying" não é algo que só vai embora por si só, não é algo que as crianças possam resolver entre si, e não é algo que as crianças vão superar naturalmente. Se você sabe (ou pensa) que o seu filho é o assediado moralmente, intervenha imediatamente. Algumas ações sugeridas incluem:

 

1. Fale com o director da escola do seu filho e com o professor da sala de aula sobre o problema e pergunte se eles têm notado essa situação.
2. Peça ao director para notificar outros professores, auxiliares de recreio, monitores de corredor, refeitório e os funcionários para que todos que entram em contacto com o seu filho possam estar atentos e prontos para intervir se um episódio se repetir.
3. Criar oportunidades para o seu filho socializar com os amigos fora da escola para ajudar a construir e manter um forte sistema de apoio.
4. Incentive seu filho a ficar com um amigo na hora do recreio, almoço, nos corredores, no autocarro ou a pé para casa porque as crianças são mais susceptíveis de serem alvo quando estão sozinhos.
5. Se seu filho estiver a tomar parte no "cyberbullying", certifique-se que eles estão cientes de que tal comportamento não é aceitável. Muitas crianças não conseguem perceber o que significa dizer coisas sobre alguém na internet ou através de mensagens de texto e não entendem que é uma forma de intimidação. Se seu filho é vítima de "cyberbullying", ensine-o a não responder à mensagem sem chamar a atenção de um adulto.

 

texto traduzido Five Actions Parents Can Take If Their Child Has Been Involved in Bullying