Imprimir

Gramática - Orações subordinantes e subordinadas

Escrito por David Azevedo ligado . Publicado em gramática

Gramática - Orações subordinantes e subordinadas

Em cada um dos períodos seguintes, há, como se vê, duas orações. A primeira exprime a ideia ou o facto principal, e chama-se, por isso, oração subordinante. A proposição que se junta a essa, para a completar, chama-se oração subordinada:

Não recordes nunca as boas acções / que tiveres praticado.

Achei o livro / que tu perdeste ontem.

Este é o campo / onde semeamos linho.

Tu não sabes / qual é o livro do Bernardo!

Maria disse querer comprar um avental.

Não espero por ti, porque te demorarás.

Conto-te isto para o saberes.

Procurei-te por precisar de falar contigo.

As orações subordinadas unem-se à principal por um pronome relativo ou por um advérbio relativo(1), por um pronome interrogativo ou um advérbio interrogativo(2), por um verbo no infinito, por uma das conjunções subordinativas, e ainda por uma preposição, tendo, neste, caso, o verbo no infinito(3).

Das duas orações interrogativas seguintes, a primeira é a subordinante e também se chama interrogativa directa, e a segunda é subordinada e também se chama interrogativa indirecta, não precisando de ponto de interrogação:

Quem é esta senhora?

Não sei quem é esta senhora.

Notas:

1 - Os advérbios relativos correspondem a pronomes relativos: onde, aonde, quando, tão, quão, quanto.
2 - Os advérbios interrogativos correspondem a pronomes interrogativos: onde? aonde? quando? tão? quão? quanto?
3 - Orações infinitivas.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Enviar Atividades e Recursos

Olá amigos do ensinobasico.com, para enviar fichas e atividades, ou promover ideias e projetos poderá enviar-me um documento através do UP! ou através do email: [email protected] Aguardo a vossa contribuição! Até mais.

Clique para enviar o documento