Nevar, Vai Nevar.

Nevar, Vai Nevar.

Nevar, Vai Nevar.

Ai lá fora o frio aperta
Mas não me posso queixar
Pois cá dentro está quentinho
E lá fora vai nevar, vai nevar

Trouxe milho pras pipocas
Que este frio e pra ficar
Vou come-las a lareira
E lá fora vai nevar, vai nevar

Mas por fim tenho de ir pra cama
Vou meter me ao quentinho
Dão me um beijo de boa-noite
Já estou pronto para o soninho

E a fogueira ao apagar-se
Também quer ir descansar
Já estão todos a dormir
E o pai natal vai chegar vai chegar

Mas por fim tenho de ir pra cama
Vou meter me ao quentinho
Dão me um beijo de boa-noite
Já estou pronto para o soninho

E a fogueira ao apagar-se
Também quer ir descansar
Já estão todos a dormir
E o Pai Natal
vai chegar
vai chegar.