Semana Europeia do Ensino Profissional: quase metade dos jovens europeus opta pelo ensino profissional

Em 2018, entre os 17,7 milhões de estudantes a frequentar o ensino secundário na União Europeia, quase metade (48%) estava inscrito no ensino vocacional, revelam os dados do Eurostat publicados esta segunda-feira, a propósito da Semana Europeia do Ensino Profissional, que decorre entre 9 e 13 de novembro. Esta percentagem representa 8,5 milhões de jovens entre os 14 e os 16 anos nesta modalidade de ensino, registando-se quase um equilíbrio de género: 58% são rapazes e 42% raparigas.

É a Finlândia que mais supera a média europeia: em 2018, tinha mais de 70% dos jovens no ensino profissional, seguindo-se a República Checa e Eslovénia (71%), Croácia (69%), Holanda, Áustria e Eslováquia (68%). No mesmo ano, Portugal ficou abaixo da média europeia, com 39,7% dos jovens do ensino secundário no ensino vocacional, na maioria do sexo masculino.

“Estes programas [de ensino vocacional] têm como objetivo preparar os jovens para o ensino superior e dar-lhes competências necessárias para um emprego, ou ambas. Os programas de educação profissional são pensados para dar aos alunos o conhecimento e o conjunto de competências específicas para uma determinada ocupação”, refere o Eurostat.



Fonte do artigo