Imprimir

Conselho Nacional de Educação recomenda a passagem obrigatória

Escrito por David Azevedo ligado . Publicado em EnsinoBlogue

Hoje li a notícia que relata a recomendação do CNE. A ideia passa por utilizar percursos alternativos, melhorar o apoio aos alunos desde o início do Ensino Básico e retirar valor aos exames de avaliação.

reprovado

Analisando as palavras do CNE chego à conclusão que o Conselho Nacional de Educação não fala das taxas de absentismo dos alunos, dos problemas de carência sócio-económica dos alunos que "chumbam" e ainda de que faltam recursos humanos para melhorar o apoio educativo.

Em vez de reduzirmos a taxa de reprovação dos alunos através do facilitismo nos exames preferia que a sociedade portuguesa melhorasse o apoio às famílias carenciadas, porque a pobreza existe em Portugal e combatê-la é a melhor forma de reduzir a taxa de reprovação. Esta taxa é um reflexo da falta de oportunidades e estabilidade emocional que 1 em cada 3 alunos sofre em Portugal.

Leia o parecer do CNE aqui CNEedu.pt

A notícia é a seguinte:

O Conselho Nacional de Educação (CNE) considera que chumbar um aluno é uma "má solução", que não resolve as dificuldades do estudante, baixa a auto-estima e aumenta a probabilidade de insucesso no futuro.

"A retenção sanciona, penaliza, não se reconhecendo o seu carácter pedagógico", sublinha um relatório deste órgão consultivo do Ministério da Educação, hoje divulgado."Potencia comportamentos indisciplinados, fruto de uma baixa auto-estima e desenquadramento em relação à turma de acolhimento, o que dificulta ainda mais a aprendizagem", adianta o CNE, frisando a "manifesta ineficiência e ineficácia" do chumbo.

Depois de alguns anos a descer, a taxa de retenção voltou a subir desde 2011/2012 e chega atualmente aos 13%, uma das mais elevadas da União Europeia. Em 2013 (último ano em que há dados disponíveis), 165 mil alunos do ensino básico e secundário não conseguiram passar.

"As taxas de retenção e desistência para cada ciclo são não só elevadas como denotam que os percursos escolares marcados pelas retenções se iniciam em níveis educativos muito precoces e se vão acentuando à medida que avança a escolaridade", refere o documento. Aos 15 anos de idade, um em cada três alunos portugueses já chumbou pelo menos uma vez.

Para o CNE, passar um aluno com dificuldades de aprendizagem não só não é facilitista como pode até ser revelador de mais exigência: "a transição responsável de alunos com baixo rendimento escolar acarreta uma maior exigência, uma vez que pressupõe por parte de todos os intervenientes um esforço acrescido no desenvolvimento de estratégias e medidas de apoio e reforço das aprendizagens".

Menos exames e com menos peso

Como alternativa ao chumbo, o Conselho recomenda que sejam diagnosticadas mais precocemente as dificuldades dos alunos, para que os apoios comecem logo no pré-escolar e nos primeiros anos do primeiro ciclo. A diversidicação dos currículos e percursos educativos, a criação de programas menos extensos e a reorganização do ensino básico são outras das recomendações.

O CNE defende ainda que deve ser reavaliada a existência de exames nacionais do 4º e 6º anos e repensadas as "implicações dos resultados das provas finais no prosseguimento de estudos".

Ler mais: Expresso

Imprimir

Funcionários Públicos a trabalhar na Suíça sofrem com queda do euro

Escrito por David Azevedo ligado . Publicado em EnsinoBlogue

A ascensão do Franco põe em causa a subsistência dos empregados do Estado na Suíça.

23Jul-Chappatte-wr

O Banco Central Suíço decidiu cancelar o câmbio mínimo entre Franco - Euro. ligação

Um euro vale agora 1.0062 francos suíços.

Significa que os trabalhadores dos Consulados e Professores do Ensino Português na Suíça perderão cerca 300 francos no salário deste mês.

Acredito que é necessária uma revisão das tabelas salariais ou uma medida extraordinária compensatória.

 
Imprimir

Propostas de atividades para o Natal

Escrito por David Azevedo ligado . Publicado em EnsinoBlogue

Partilhamos dois documentos em word com diversas atividades de Natal.

  1. Lavar, secar e pintar todas as 120 caixas com tinta verde. Pode ser tinta guache, porém o efeito da pintura não ficará tão bonito! A tinta para artesanato é a mais indicada. Tinta para tecido também costuma dar bom resultado. Separar 15 caixas para a base. Unir as 15 caixas com cola a quente silicone ou cola de secagem rápida. As caixas vão sendo fixadas em alguns pontos, também na parede. Use uma fita adesiva forte ou a cola de sua preferência, desde que ela seja forte o bastante para não soltar.

  2. A partir daí, cada nova camada diminuirá uma unidade, ou seja, a cada nova camada, menos uma caixa será colocada.

  3. Vá colando as caixas, sempre mantendo-as rente a parede que servirá de fundo para o mural. Elas também devem ser fixadas à parede.

  4. As bolas usadas como enfeite são fundos de caixa de leite pintados de dourado, mas você pode pintar cada um de uma cor, desta forma os enfeites ficam coloridos.

  5. A árvore tem 16 camadas.É bom medir o local antes, para ver se irá caber.

  6. No alto, coloque uma grande estrela!

 pinheiro Natal

Attachments:
FileDescriptionEnviado porFile size
Download this file (Decoracoes_papel.doc)Decoracoes_papel.docDecorações de Natal com PapelIsabel Carvalho4566 kB
Download this file (trabalhos_de_natal.doc)trabalhos_de_natal.docDecorações de Natal com PapelIsabel Carvalho2463 kB
Imprimir

Cadernos de Ditados para o 1.º ciclo

Escrito por David Azevedo ligado . Publicado em EnsinoBlogue

Partilhamos estes dois cadernos de ditados para a Língua Portuguesa do 1.º ciclo.

O primeiro é para os 1.º e 2.º anos e o segundo para os 3.º e 4.º anos.

cadernoditado

Descarregue os cadernos em anexo:

Attachments:
FileDescriptionEnviado porFile size
Download this file (Caderno de ditado II.pdf)Caderno de ditado II.pdfCaderno de Ditados IIIsabel Carvalho4373 kB
Download this file (Caderno de ditado.pdf)Caderno de ditado.pdfCaderno de Ditados IIsabel Carvalho5813 kB
Imprimir

Sétima Reserva de Recrutamento

Escrito por David Azevedo ligado . Publicado em EnsinoBlogue

Imprimir

Vamos Recordar as Frações

Escrito por David Azevedo ligado . Publicado em EnsinoBlogue

Vamos todos recordar as Frações?

Esta atividade está muito bem concebida e destina-se ao 3.º ano de Matemática.

recordarfrações

Pode descarregar o PDF em anexo.

Attachments:
FileDescriptionEnviado porFile size
Download this file (Recordar frações.pdf)Recordar frações.pdf Isabel Carvalho713 kB

Enviar Atividades e Recursos

Olá amigos do ensinobasico.com, para enviar fichas e atividades, ou promover ideias e projetos poderá enviar-me um documento através do UP! ou através do email: [email protected] Aguardo a vossa contribuição! Até mais.

Clique para enviar o documento